quarta-feira, 29 de junho de 2016

A arte de 'Educar' - O que é Educação - Hannah Arendt

A Arte de Educar

Hannah Arendt

Não se pode educar sem ao mesmo tempo ensinar;
uma educação sem aprendizagem é vazia e,
portanto degenera, com muita facilidade,
em retórica moral e emocional.

É muito fácil, porém, ensinar sem educar,
e pode-se aprender durante o dia todo
 sem por isso ser educado,

Tudo isso são detalhes particulares, contudo,
que na verdade devem ser entregues aos especialistas e pedagogos.
A educação é o ponto em que decidimos
 se amamos o mundo o bastante para
 assumir a responsabilidade por ele e,
com tal gesto, salvá-lo da ruína que seria inevitável,
 não fosse a renovação e a vinda dos pequenos e dos jovens.
 A educação é, também,
 onde decidimos se amamos nossas crianças
 o bastante para não expulsá-las de nosso mundo
 e abandoná-las a seus próprios recursos,
 tampouco arrancar de suas mãos a oportunidade
 de empreender algo novo e imprevisto para nós,
 preparando-as, em vez disso,
 com antecedência, para a tarefa de renovar um mundo comum.

 Hannah Arendt.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Psicologia da Educação - Interação e Sensibilidade

A Turma da Licenciatura em Biologia do Instituto Federal de São Paulo - Campus São Roque - Sempre animados, motivados e envolvidos nas Ações e Estratégias que proponho para eles. Aqui numa proposta de Psicologia da Educação de interação e sensibilidade... na mesma aula uma mensagem especial para a aluna Stephanie Fiuza foi preparada...








quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

O Segredo

Hoje é o último dia de 2015 e reflexões fazem bem nessa hora...

Perguntaram a um sábio japonês que conservava a sua vitalidade apesar de ter mais de de cem anos: - Qual é o segredo para viver muito com tanta saúde física e mental?
E ele respondeu:
- São três coisas: comer pouco, não ligar para bobagens e, na vida tudo é bobagem!

Pode ser que muita gente não concorde com o terceiro conselho, mas a verdade é que damos muito valor a muita coisa que, no fundo, não tem realmente grande importância. Com isso tornamos a nossa existência algo muito pesado. Devemos levar a vida de uma forma e tranquila e prazerosa, buscando o melhor em nós e nos outros, não nos economizando em relação às vivências e experiências, tendo poucas expectativas em relação aos outros (é impossível não ter nenhuma expectativa) e fazendo o nosso melhor em todas as ocasiões.

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Aprendi

Aprendi

Aprendi que eu não posso exigir o amor de ninguém, posso apenas dar boas razões para que goste de mim e ter paciência para que a vida faça o resto. 

Aprendi que não importa o quanto certas coisas sejam importantes para mim, tem gente que não dá a mínima e eu jamais conseguirei convencê-las. 

Aprendi que posso passar anos construindo uma verdade e destruí-la em apenas alguns segundos. Que posso usar meu charme por apenas quinze minutos, depois disso, preciso saber do que estou falando. 

Aprendi que vai demorar muito para me transformar na pessoa que quero ser, e devo ter paciência. Mas, aprendi também, que posso ir além dos limites que eu próprio coloquei. 

Aprendi que preciso escolher entre controlar meus pensamentos ou ser controlado por eles. Que os heróis são pessoas que fazem o que acham que devem fazer naquele momento, independentemente do medo que sentem. 

Aprendi que perdoar exige muita prática. Que há muita gente que gosta de mim, mas não consegue expressar isso. 

Aprendi que nos momentos mais difíceis a ajuda veio justamente daquela pessoa que eu achava que iria tentar piorar as coisas. 

Aprendi que posso ficar furioso, tenho direito de me irritar, mas não tenho o direito de ser cruel. Que jamais posso dizer a uma criança que seus sonhos são impossíveis, pois seria uma tragédia para o mundo se eu conseguisse convencê-la disso. 

Eu aprendi que posso fazer algo em um minuto e ter que responder por isso o resto da vida. Que por mais que se corte um pão em fatias, esse pão continua tendo duas faces, e o mesmo vale para tudo o que cortamos em nosso caminho.

Eu aprendi que meu melhor amigo vai me machucar de vez em quando, que eu tenho que me acostumar com isso. Que não é o bastante ser perdoado pelos outros, eu preciso me perdoar primeiro. 

Aprendi que, não importa o quanto meu coração esteja sofrendo, o mundo não vai parar por causa disso. 

Eu aprendi que as circunstâncias de minha infância podem ser responsáveis pelo que eu sou, mas não pelas escolhas que eu faço quando adulto. 

Aprendi que numa briga eu preciso escolher de que lado estou, mesmo quando não quero me envolver. 

Aprendi que quando duas pessoas discutem, não significa que elas se odeiem; e quando duas pessoas não discutem, não significa que elas se amem. 

Aprendi que por mais que eu queira proteger os meus filhos, eles vão se machucar e eu também. Isso faz parte da vida. 

Aprendi que a minha existência pode mudar para sempre, em poucas horas, por causa de gente que eu nunca vi antes. 

Aprendi também que diplomas na parede não me fazem mais respeitável ou mais sábio. 

Aprendi que as palavras de amor perdem o sentido, quando usadas indistintamente. 

Aprendi que amigos não são apenas para guardar no fundo do peito, mas para mostrar que são amigos. 

Aprendi que certas pessoas vão embora da nossa vida de qualquer maneira, mesmo que desejemos retê-las para sempre. 

Aprendi, afinal, que é difícil traçar uma linha entre ser gentil, não ferir as pessoas, e saber lutar pelas coisas em que acredito.

Autor Desconhecido (na internet atribuída a William Shakespeare)

Eu aprendi

Eu aprendi

Eu aprendi... que ignorar os fatos não os altera;
Eu aprendi... que quando você planeja revidar, apenas está permitindo que essa pessoa continue a magoar você;
Eu aprendi... que o Amor, e não o Tempo, é que cura todas as feridas;
Eu aprendi... que ninguém é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa;
Eu aprendi... que a vida é dura, mas eu sou mais ainda; 

Eu aprendi... que as oportunidades nunca são perdidas, alguém vai aproveitar as que você perdeu.
Eu aprendi... que quando o ancoradouro se torna amargo, a felicidade vai aportar em outro lugar;
Eu aprendi... que não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito;
Eu aprendi... que todos querem viver no topo da montanha, mas toda felicidade e crescimento ocorre quando você esta escalando-a;
Eu aprendi... que quanto menos tempo tenho, mais coisas consigo fazer.


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...